Simule e contrate

g1


Telejornal apresenta notícias de todo o Mato Grosso do Sul. Assista ao MS1 ao vivo Telejornal apresenta notícias de todo o Mato Grosso do Sul.

De acordo com os dados obtidos pelo SP1 por meio da Lei de Acesso à Informação, foram registradas 563 ocorrências no período. O transporte público que as mulheres mais sofrem mais com a importunação sexual, com 299 registros. Denúncias de importunação sexual aumentaram O número de registros de importunação sexual cresceu 15% na região metropolitana de São Paulo entre janeiro e agosto desse ano, comparando com o mesmo período de 2020. Os números são da Secretaria de Segurança Pública, obtidos pelo SP1 por meio da Lei de Acesso à Informação. De acordo com os dados, foram 563 ocorrências no período. 166 em casas, condomínios e hospedagens. Mas é no transporte público que as mulheres mais sofrem mais com a importunação sexual. Foram 299 registros em terminais de ônibus, estações de trem e metrô de São Paulo. O Brás é uma das estações com mais casos registrados. Mulheres vítimas desses criminosos narraram à reportagem os problemas vividos no transporte público diariamente. “Eles aproveitam mesmo pra encostar, usando essa hipótese que tá cheio o trem, o metrô. Até dentro de ônibus mesmo eles encostam”, afirmou uma passageira da linha vermelha. “Eu mesmo já cansei de usar o metrô, o ônibus. E aí eu tenho que fazer alguma ameaça, chamar a polícia, pra tentar reverte”, declarou a outra. Cartaz de campanha contra importunação sexual dentro dos ônibus de Maceió, estado do Alagoas Ascom/Sinturb A lei que estabelece o crime de importunação sexual e também a divulgação de cena de estupro, de sexo ou de pornografia completa três nos nesta sexta-feira (24). A coordenadora das delegacias de defesa da mulher de São Paulo diz que os registros aumentaram agora porque, com a quarentena no ano passado, a circulação de pessoas diminuiu muito e esses crimes caíram. A delegada Jamila Jorge Ferrari diz também que as mulheres estão denunciando mais e que a lei de importunação sexual é uma ferramenta muito importante para combater esses crimes. “Quando a gente fala sobre a lei, explica o que é a importunação e pede para as mulheres não terem medo e irem para a delegacia denunciar, a tendência é que esses números sempre aumentem”, disse a delegada. A diretora da ONG Think Olga, Maira Liguori, que atua em projetos e campanhas para mulheres, também acredita que elas estão denunciando mais. “Acredito que as mulheres estão denunciando mais. É uma questão de informação. Agora que elas sabem que elas tem essa possibilidade de se proteger, elas lançam mão dessa ferramenta, dessa possibilidade de denúncia./ Então eu acredito que esses números reflitam a informação e o conhecimento da lei. Mais do que o número de casos”, afirmou. Uma mulher vítima do próprio vizinho tem medo de aparecer. Ela e outras moradoras do condomínio não aguentam mais chegar em casa e, no caminho, se deparar com o homem mostrando as partes íntimas. Elas gravaram um vídeo para mostrar o que ele faz e pedir ajuda. “Eu tô fazendo isso porque, penso eu, eu posso estar salvando muitas mulheres, né. É um ato assim de desespero, de socorro. Eu não tô vendo saída”, afirmou. A angústia delas é ainda maior porque o síndico diz que não pode fazer nada. “É muito complicada a situação. Porque a gente, nem sair de casa a gente pode hoje em dia, com medo de que um cara desse aborde a gente no elevador... a gente não sabe o que pode acontecer”, declarou. A pena para quem comete o crime de importunação sexual no Brasil varia de 1 a 5 anos de prisão, segundo o Código Penal. VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana “Quando a gente fala sobre a lei, explica o que é a importunação e pede para as mulheres não e.... até ...a tendência é que esse número sempre aumente”.

Confira outras informações sobre mortes, casos confirmados, notificações suspeitas, leitos de UTI e recuperados. Teste Covid covid-19 Ascom/IMD/UFRN Mais 62 novos casos de Covid-19 foram registrados em Juiz de Fora e divulgados no boletim da Prefeitura desta quinta-feira (23). Ao todo, são 45.165 notificações da doença desde o início da pandemia. O informativo conta ainda com 3 novas mortes pela doença. Com isso, o município chegou a 1.972 vítimas. No que se refere ao número de internações por Covid-19, são 54 pacientes internados em Unidades de Tratamento Intensivas (UTIs) e 64 na enfermaria, um total de 121 internações. Leia mais: Vacinômetro: veja quantas doses já foram aplicadas em algumas das maiores cidades da Zona da Mata e Vertentes Situação: Mortes e casos de Covid-19 nas cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes Boletim diário Casos confirmados da Covid-19 Casos suspeitos da Covid-19 *A Prefeitura não divulga dados de casos descartados no município desde o início da pandemia. Mortes causadas pela Covid-19 Novas vítimas da Covid-19 Hospitalizações por Covid-19 Taxa de UTI e enfermaria do SUS somente com leitos de Covid-19 Ocupação de leito total (Covid-19 + outras doenças) Recuperados da Covid-19 *Os números de leitos de UTI podem sofrer atualização mais de uma vez a cada 24 horas. Até a publicação desta reportagem, a última ocorreu às 19h19 desta quinta-feira (23). VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campo das Vertentes
Morador da residência estava viajando e um vizinho, que desconfiaram do barulho, avisou o PM por mensagem de celular. Caso foi registrado em Gurupi. Um policial que estava de folga conseguiu prender um homem que tentava furtar uma casa em Gurupi, na região sul do estado. Segundo a Polícia Militar (PM), o suspeito de 44 anos já tinha danificado a cerca elétrica e quebrado uma janela do imóvel. O caso foi na noite desta quinta-feira (23) no setor Park dos Buritis. A corporação informou que o militar estava em casa quando recebeu uma mensagem de um vizinho do bairro informando que havia um barulho estranho em uma residência próxima. Eles suspeitaram que pudesse ser um furto já que o morador estava viajando. O policial foi ao endereço e encontrou a cerca elétrica e a janela quebradas. O suspeito, que já tinha invadido a casa, foi rendido e preso. Questionado, ele disse ao policial que percebeu que não tinha ninguém no local e por isso tentou fazer o furto. A PM afirmou que "o indivíduo possui diversas passagens por prática de furto". Ele foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, mas foi liberado após o registro do Boletim de Ocorrência. Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Imunização contempla a antecipação da 2ª dose da Pfizer, conforme o Estado, e também a aplicação da dose de reforço (3ª dose) em idosos com mais de 60 anos e imunossuprimidos. Frascos de vacina da Pfizer REUTERS/Marcelo del Pozo A Vigilância Epidemiológica Municipal (VEM) realiza neste sábado (25), das 8h às 12h, em Presidente Prudente (SP), um plantão para antecipar a 2ª dose da Pfizer, conforme orientação do governo do Estado, e também para a aplicação da dose de reforço (3ª dose) da vacina contra a Covid-19 em idosos com mais de 60 anos (que receberam a segunda há pelo menos seis meses) e imunossuprimidos (segunda dose recebida a partir de 28 dias). O atendimento ocorre em 17 unidades de saúde, entre Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e Unidades Básicas de Saúde (UBSs): ESF do Jardim Leonor ESF do Residencial Bela Vista ESF do Jardim Cambuci ESF do Jardim Humberto Salvador ESF do Jardim São Pedro ESF do Parque Primavera ESF do Jardim Maracanã ESF da Vila Marcondes ESF do Jardim Regina UBS da Cohab UBS do Parque São Judas Tadeu UBS do Jardim Belo Horizonte UBS do Jardim Guanabara UBS da Vila Real UBS do Conjunto Habitacional Ana Jacinta UBS do Jardim São Pedro UBS do Parque Cedral VEJA TAMBÉM: Estado de SP reduz de 12 para 8 semanas intervalo de aplicação da segunda dose da vacina da Pfizer a partir do dia 24 A segunda dose da Pfizer foi reajustada de 12 para 8 semanas, em decisão anunciada pelo governo do Estado nesta semana. As ESFs do Jardim Regina, do Jardim Maracanã e do Jardim São Pedro e a UBS do Conjunto Habitacional Ana Jacinta também atenderão pessoas, a partir dos 18 anos, que ainda não receberam a primeira dose da vacina. Segundo a coordenadora técnica de Saúde da VEM, Vânia Maria Alves Silva, tanto a antecipação da Pfizer quanto a ampliação da 3ª dose a partir de 60 anos serão aplicadas a partir deste sábado (25) e seguirão ao longo da próxima semana. No total, já foram aplicadas mais de 315 mil doses de vacinas contra a Covid-19 em Presidente Prudente. VÍDEOS: Tudo sobre a região de Presidente Prudente Initial plugin text Veja mais notícias em g1 Presidente Prudente e Região.

Edital foi publicado na edição desta sexta-feira (24) do Diário Oficial do Estado (DOE). Leilão eletrônico está marcado para o dia 5 de outubro. Detran-AC anuncia leilão de 38 veículos em Brasileia Adelcimar Carvalho/G1 Veículos retirados de circulação por conta de medidas administrativas relacionadas ao código de trânsito estão disponíveis para leilão on-line no próximo dia 5 de outubro, em Brasileia, no interior do Acre. Ao todo, são 21 veículos, entre carros e motos, que podem ser arrematados. O leilão está marcado para começar às 9h (horário local) pelo site da leiloeira. Para participar, o interessado precisa fazer um cadastro no portal e já pode oferecer os lances pelos veículos. Cada candidato deve preencher um termo de participação e também solicitar o envio da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O edital informa que os veículos estão disponíveis para visitação do dia 27 de setembro ao dia 1 de outubro, das 8h às 13h, no depósito de veículos removidos de Brasileia. Conforme o edital, os veículos estão avaliados entre R$ 500 e R$ 30 mil. Os pagamentos devem ser feitos à vista, mediante comprovação de depósito ou transferência bancária. Vídeos: g1 em 1 minuto

Autuação ocorreu após denúncias de consumidores. Empresa explicou aos fiscais que enfrentou problemas técnicos. Procon autua companhia aérea após atrasos de voo no Amazonas Divulgação O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon) autuou a empresa MAP Linhas Aéreas após o cancelamento de um voo entre Manaus/Coari/Lábrea, na manhã desta sexta-feira (24). A ação do órgão ocorreu após denúncias de consumidores. Segundo os fiscais, a empresa alegou ao Procon que o voo foi cancelado por problemas técnicos na aeronave. No entanto, os passageiros não foram informados sobre os detalhes da situação. No momento da fiscalização, o grupo aguardava na sala de embarque do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, no bairro Tarumã, sem notícias sobre a remarcação da viagem, O Procon solicitou à empresa os comprovantes de manutenção periódica de todas as aeronaves que fazem trajetos entre Manaus e os municípios do interior do estado. Os documentos devem ser entregues ao órgão em até 15 dias corridos. “A Resolução 400/2016 da Agência Nacional de Aviação (Anac) resguarda o passageiro, que deve ser informado sobre a previsão de um novo voo, em caso de cancelamento de viagem. O consumidor precisa receber todo o amparo, e nisso se incluem os esclarecimentos sobre os motivos pelos quais o voo não será realizado naquele momento”, explicou o diretor-presidente do Procon, Jalil Fraxe. Denúncias ao Procon Denúncias, reclamações e dúvidas podem ser feitas pelo site do órgão e pelos emails institucionais [email protected] (denúncias) e [email protected] (reclamações e dúvidas). Veja os vídeos mais assistidos do Amazonas
A pesquisa foi feita nos dias 13 e 15 de setembro com 3.667 pessoas de 16 anos ou mais em 190 municípios. A margem de erro é dois pontos percentuais para mais ou para menos. Pesquisa do Instituto Datafolha publicada nesta sexta-feira (24) no site do jornal "Folha de S.Paulo" aponta que 80% dos brasileiros entendem que a pandemia do novo coronavírus está controlada no Brasil. Veja o resultado: O Datafolha perguntou: na sua opinião, a pandemia no Brasil está totalmente controlada, em parte controlada ou está fora de controle? Totalmente controlada: 9% (5% em 7 e 8 de julho; 4% em 11 e 12 de maio; 2% em 15 e 17 de março; e 3% em 20 e 21 de janeiro) Em parte controlada: 71% (53% em 7 e 8 de julho; 42% em 11 e 12 de maio; 18% em 15 e 17 de março; e 33% em 20 e 21 de janeiro) Fora de controle: 20% (41% em 7 e 8 de julho; 53% em 11 e 12 de maio; 79% em 15 e 17 de março; e 62% em 20 e 21 de janeiro) Não sabe: 1% (1% em 7 e 8 de julho; 1% em 11 e 12 de maio; 1% em 15 e 17 de março; e 2% em 20 e 21 de janeiro) Uso de máscara A pesquisa apontou também que 91% acreditam que a máscara deve ser obrigatória enquanto a pandemia não estiver totalmente controlada. Os outros 9% responderam que não consideram que o uso da proteção deve ser obrigatório. Vacinas O Datafolha também perguntou: Você se sente muito, um pouco ou nada protegido com as vacinas contra a Covid? Muito: 42% Um pouco: 48% Nada: 10%
Feira Multissetorial será realizada nos dias 21, 22 e 23 de outubro em formato híbrido; evento tambem é promovida pela Fiemg e Sebrae. Será lançada na noite desta sexta-feira (24), em Uberaba, a 9ª Feira Multissetorial do Vale do Rio Grande (ExpoCigra). O evento reúne 14 cadeias produtivas, além do agronégocio, comércio e sindicatos patronais da cidade e região. O slogan de 2021 é “O Início de Um Novo Ciclo de Negócios”. A cerimônia de lançamento é restrita a convidados e terá a presença de autoridades municipais, parceiros e patrocinadores, com início às 19h no no Centro de Cultura José Maria Barra. Este ano, a feira multissetorial será realizada nos dias 21, 22 e 23 de outubro. Em formato híbrido, a ExpoCigra Fiemg oferecerá mais de 20 eventos gratuitos, como painéis, workshops, seminários, oficinas, capacitações, palestras e apresentações. Além de atrações, a ExpoCigra contará com a tradicional Rodada de Negócios. A atividade abrirá espaço para empresas compradoras e vendedoras, que poderão efetivar negócios. A rodada será no dia 21 de outubro, das 13h às 18h, no Praça Shopping. Em 2020, R$ 6 milhões em negócios foram movimentados por 89 empresas na rodada. “No lançamento, os convidados conhecerão como será a feira híbrida. Ao contrário de 2020, que foi só online, este ano alguns eventos serão presenciais, porém tivemos todo o cuidado de marcar em vários espaços diferentes das entidades parceiras para não gerar aglomerações. O lançamento também é uma grande oportunidade para parceiros e patrocinadores conhecerem nossa feira”, disse o presidente do Cigra, Maurício Pincelli. Os sindicatos patronais que estarão nesta edição são: Indústria de Mármores e Granitos (SimgVale), Metalúrgia, Elétrica e Fundição (Simefu), Mecânica (Simu), Alimentação (Sindaliu), Calçados (SindCau), Gráfica (Sindgraf), Panificação e Confeitaria (Sindipan), Plástico (Sindiplast), Vestuário (Sindivestu), Mobiliário (Sindimov), Construção Civil do Planalto de Araxá (Sinduscon-PLA) e do Vale do Rio Grande (Sinduscon-Vale). A feira é promovida pelo Centro das Indústrias do Vale do Rio Grande (Cigra), Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) Regional Vale do Rio Grande e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). VÍDEOS: Veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas
Cidade vai retomar a imunização de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. Cronograma será realizado na próxima semana. A secretaria municipal de Saúde de Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio, realizará na próxima semana a repescagem da primeira dose da vacina contra a Covid-19 para quem ainda não recebeu o imunizante na cidade. Na segunda (27), a população com mais de 18 anos poderá procurar qualquer um dos postos de vacinação do município para receber a primeira dose. A secretaria de Saúde também decidiu retomar a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades. A imunização desse público foi suspensa na semana passada, após o Ministério da Saúde orientar a suspensão. Na última quarta-feira (22), no entanto, o Governo Federal recuou e voltou a liberar a vacinação do grupo. Em Nova Friburgo, o calendário de vacinação de adolescentes já havia sido concluído, mas haverá repescagem para este público na terça-feira (28), com aplicação do imunizante Pfizer, conforme indicação dos órgãos competentes como Anvisa e Ministério da Saúde. Na quarta (29), acontecerá a vacinação de segunda dose dos imunizantes da Pfizer e da AstraZeneca para quem está com as datas aprazadas, ou seja, marcadas até a presente data. Já na quinta (30), a previsão é que sejam vacinados, também com a AstraZeneca, as pessoas com a vacina marcada até o dia 30. Na sexta-feira (1°), será a vez da aplicação da segunda dose da CoronaVac, das 9h às 15h, na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), no bairro Lagoinha. "É importante ressaltar que a vacinação de segunda dose da Astrazeneca está sujeita a alterações nessa semana, pois a secretaria municipal de Saúde está aguardando um novo envio de doses deste laboratório. Caso não haja o repasse até a quarta-feira, a imunização desse dia e da quinta-feira poderá ser suspensa", alertou o município.
Assista aos telejornais da TV Bahia

Assessor do parlamentar Fabrício Polezi (Patriota) agrediu o servidor após uma troca de empurrões; caso foi registrado na Polícia Civil e será investigado. Vídeo mostra agressões de vereador e assessor contra servidor da Câmara de Piracicaba Uma confusão entre o vereador de Piracicaba (SP) Fabrício Polezi (Patriota), seu assessor e um servidor público terminou em agressão na noite desta quinta-feira (23). Um vídeo mostra o momento em que o assessor parlamentar dá um soco no funcionário. Nas imagens gravadas antes da sessão da câmara de quinta é possível ver o momento em que o servidor Walter Rodrigues está fazendo uma transmissão ao vivo. Em seguida, Polezi passa pelo corredor e dá uma esbarrada no servidor. Rodrigues revida com um empurrão e na sequência o assessor de Polezi dá um soco nele. A confusão termina logo depois. Confusão entre servidor público, parlamentar e assessor na Câmara de Piracicaba Reprodução/EPTV "Esse senhor me viu e, ao me ver chegando, obstruindo a passagem, armou o corpo e preparou o cotovelo pra me atingir. Não contente, me agrediu pelas costas. Meu assessor agiu institivamente para me defender. Esse cidadão é um causador de confusão, ele vive disso. Eu vou acioná-lo na Justiça", afirmou Polezi nesta sexta. Dois boletins de ocorrência foram registrados sobre o caso. A Polícia Civil suspeita que a confusão pode ter interesse político, mas o caso ainda vai ser investigado. "Pelo que nós constatamos, existem outros fatos anteriores que antecedem os fatos presentes", afirmou o delegado Gyllis Esquitini Scrocca. Os investigadores vão ouvir testemunhas, entre eles outros vereadores e o guarda municipal que estava no local no momento da confusão. O servidor Walter foi contatado pela reportagem da EPTV, afiliada TV Globo, e informou que estava fazendo uma live em defesa do uso da tribuna popular. Ele alega que foi agredido pelo parlamentar e pelo assessor de forma premeditada. Câmara se coloca à disposição da polícia Em nota, a Câmara de Piracicaba informou que o incidente ocorreu antes do início da 33ª reunião ordinária e que agiu rapidamente para conter o problema, por meio da Guarda Municipal e servidores escalados para o trabalho de rotina das sessões. Com isso, a sessão desta quinta ocorreu normalmente. "A Câmara, agora, se coloca à disposição das autoridades policiais, caso elas tenham sido acionadas pelas partes envolvidas, para colaborar no que estiver ao seu alcance, e reforça à sociedade como um todo que preza por um ambiente harmonioso, dentro dos preceitos democráticos." VÍDEOS: Fique por dentro do que acontece nas cidades Veja mais notícias da região no g1 Piracicaba

Incêndio se espalhou para as madeiras que estavam no chão do local e para uma área de vegetação. Incêndio destruiu prédio de marcenaria em Cáceres (MT) Corpo de Bombeiros Um curto-circuito na parte elétrica de uma marcenaria causou um incêndio, que destruiu o prédio do estabelecimento na manhã desta sexta-feira (24), em Cáceres, a 220 km de Cuiabá. Ninguém ficou ferido. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio teve início na parte elétrica da marcenaria e se espalhou para as madeiras que estavam no chão. Bombeiros trabalharam por cerca de 5 horas para conter incêndio em marcenaria Corpo de Bombeiros Uma área de vegetação que estava próximo do estabelecimento também foi atingida. Os bombeiros informaram que precisaram usar uma máquina para fazer um aceiro em volta do prédio e controlar o incêndio. Três veículos de combate do Corpo de Bombeiros estiveram no local para conter as chamas. Após cinco horas, o fogo foi controlado. Ao todo, os bombeiros usaram 8 mil litros de água no combate.

Chamamento para licitação da 1ª fase da reforma do local foi divulgado nesta quinta-feira (23). Segundo a administração municipal, a reabertura gradativa está prevista para o primeiro semestre de 2022. Parque Roberto Mário Santini está há mais de um ano interditado para obras, em Santos, SP Luciana Moledas/G1 O Parque Municipal Roberto Mário Santini, conhecido como Emissário Submarino, em Santos, no litoral paulista, tem previsão de reabertura somente para 2022. De acordo com a prefeitura, o local deve começar a ser reaberto, parcialmente, após as obras de melhorias 1ª fase do projeto Novo Quebra-Mar. No dia 9 de julho deste ano, a interdição do local completou um ano. As obras começaram no dia 6 de julho de 2020, mas foram suspensas três dias depois, após o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) alegar que os serviços começaram sem que a empresa tivesse o 'direito adquirido em iniciar seu empreendimento'. O TJ-SP ainda constatou que o estudo de impacto foi aprovado sem audiência pública prevista em lei, além de não ter contado com nenhuma participação social nas decisões e não atender aos princípios de direito ambiental. Neste ano, o prefeito Rogério Santos (PSDB) anunciou a retomada das obras, com recursos do município e do Governo Federal. O projeto prevê a revitalização da entrada no parque, novas vias internas, pista de patinação, quadra de basquete, nova pista de skate, fonte interativa e parede de escalada. O início das obras, previsto para o mês de maio, foi adiado. Local deve começar a ser reaberto parcialmente após obras de melhorias do projeto “Novo Quebra-Mar”, em Santos, SP Isabela Carrari/Prefeitura de Santos Nesta quinta-feira (23), no Diário Oficial do município, foi divulgado o chamamento para licitação da 1ª fase da reforma do local, com instalação do piso do playground, quadra de basquete, infraestrutura da praça de alimentação, praça d'água (sistema com duas fontes interativas), novo mirante, iluminação, novo mobiliário, além de serviços de revitalização de estruturas já existentes e paisagismo. Os envelopes de propostas serão abertos no dia 27 de outubro e, na próxima fase, serão remodelados os dois prédios já existentes, a pista de skate e pisos do entorno dos equipamentos, além da instalação dos brinquedos do playgroud. Segundo informado pela prefeitura ao g1 nesta sexta-feira (24), a reabertura gradativa está prevista para o primeiro semestre de 2022, à medida em que as fases 1 e 2 da obra forem entregues. O prazo de execução da 1ª fase será de 12 meses e o custo estimado é de R$ 14,111 milhões, com recursos do município e do estado, que vai liberar R$ 9 milhões por meio de convênio. A administração também explicou que continua buscando recursos junto ao governo estadual e federal para o restante da obra, que também será realizada com recursos do município. As intervenções e licitações serão executadas por etapas. Deste modo, a área será liberada gradativamente para o público. Intervenções foram iniciadas no dia 19 de julho com obras no acesso ao parque, em Santos, SP Luciana Moledas/G1 VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Vendedora voltou ao ponto comercial, no bairro do Rio Vermelho, depois de receber novo tabuleiro doado por vizinho. Crime aconteceu no dia 9 de setembro e foi registrado por câmeras de segurança. Baiana de acarajé ganha novo tabuleiro de vizinho após roubo; Sandra já voltou a trabalhar A baiana de acarajé que teve o tabuleiro furtado no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, no dia 9 de setembro, voltou a trabalhar depois de receber um equipamento novo doado por um vizinho. Sandra atua no ramo há mais de 40 anos, no ponto que herdou da mãe, na Praça Brigadeiro Faria Rocha, e estava sem poder vender os acarajés depois da ação criminosa. Ela contou que logo após a morte da mãe, pediu demissão do local onde trabalhava e investiu todo o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) na venda de acarajés, incluindo a compra do tabuleiro que foi roubado. O roubo foi registrado por câmeras de segurança do imóvel onde o equipamento ficava guardado. Homem furta tabuleiro de baiana de acarajé no bairro do Rio Vermelho, em Salvador As imagens mostram um homem, que estava de chapéu de palha, blusa vermelha, branca e amarela, além de bermuda preta e sandálias brancas. O suspeito atravessa a rua e entra na área externa de um imóvel, onde estava o equipamento da baiana. O homem então pega o tabuleiro e sai do local com o equipamento nas costas. O caso foi registrado na Polícia Civil, mas até o momento o suspeito não foi encontrado. Homem invadiu área externa de imóvel e roubou tabuleiro Reprodução/TV Bahia Baiana contou que guarda material no local há 43 anos Reprodução/TV Bahia Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia

Formação é voltada para graduados em Marketing, Jornalismo, Publicidade, Tecnologia da Informação, entre outras áreas Entre os grandes diferenciais do MBA em Marketing Digital e Gestão de Mídias Sociais estão as práticas de mercado getty images O uso das mídias sociais digitais tem desencadeado mudanças constantes no comportamento social e econômico dos consumidores e das empresas. Nesse contexto, o marketing também passa por alterações que fazem com que seus fundamentos precisem ser adaptados a essa nova conjuntura. Assim surge o Marketing Digital, com práticas e dinâmicas específicas para as mídias digitais. Nesse cenário, é necessário capacitar mais profissionais que acompanhem esses avanços. É pensando nisso que a Universidade de Fortaleza, instituição da Fundação Edson Queiroz, oferta o MBA em Marketing Digital e Gestão de Mídias Sociais. A formação, que tem início ainda no mês de setembro, possui duração de 21 meses, com 415 horas e é indicada para profissionais, empresários, executivos e consultores com graduação em nível superior que pretendam dar maior consistência à sua formação e ampliar suas competências, especificamente no âmbito de Gestão de Marketing Digital e Mídias Sociais. Os interessados podem se inscrever totalmente online. INSCREVA_SE AQUI Segundo Nayane Monteiro, professora e coordenadora de MBAs da Pós-Unifor, o curso tem como objetivo desenvolver gestores para atuarem na era digital, apresentando aos participantes os conceitos e técnicas contemporâneas do Marketing Tradicional e Digital, possibilitando, assim, o planejamento de ações integradas e inovadoras de marketing e negócios. A professora Nayane Monteiro, que coordena o MBA, ressalta a demanda por profissionais mais capacitados na área acervo pessoal Pensando na competitividade no mercado de trabalho, a coordenadora comenta sobre a importância da capacitação. “Atualmente, os gestores de marketing enfrentam o desafio de saber como agregar os avanços da era tecnológica às estratégias de marketing visando melhores retornos. Além disso, a procura por profissionais especializados em Marketing Digital e Mídias Sociais aumenta cada vez mais no mercado. Visto a competitividade que o Ceará pode oferecer ao país – e sendo a Internet um meio desterritorializado – faz-se oportuno dar essa formação aos interessados por essa área, o que virá a suprir a demanda crescente do mercado e a ser vanguarda nessa formação específica para o Estado”, diz Nayane Monteiro. Diferencial Entre os grandes diferenciais do MBA em Marketing Digital e Gestão de Mídias Sociais estão as práticas de mercado, em que os estudantes conseguem ter uma melhor noção do mercado de trabalho. Além disso, os alunos são beneficiados com um renomado corpo docente, tendo professores com atuação regional e nacional e professores visitantes de outros estados. O concludente do MBA atua como coordenador de Marketing em uma empresa na área de energia solar acervo pessoal Foram esses recursos que fizeram o concludente do MBA, Italo Mateus Alves Falcão, decidir pela capacitação. Segundo ele, a formação gerou um grande aprendizado e a formação o auxiliou em áreas além do profissional. “A minha experiência no curso foi muito positiva. Apesar dos contratempos da pandemia, muitos professores se sobressaíram e se destacaram nesse período. Levo os aprendizados que absorvi com os professores para áreas além da minha formação profissional, o que me ajudou muito a garantir um emprego e a ter noções melhores de mercado”, afirma Italo Mateus, de 24 anos, que é coordenador de Marketing na Delos Energy Supplies. Escolha a melhor em Marketing Digital e Gestão de Mídias Sociais Este MBA é para profissionais graduados em Comunicação, Marketing, Jornalismo, Publicidade, Relações Públicas, Administração, Design e Tecnologia da Informação, interessados em aprender de forma sistemática o planejamento e as ações práticas de Marketing Digital. A formação é voltada para quem deseja conhecer as ferramentas de gestão essenciais para relacionamento e monitoramento de atividades na internet, aplicar os princípios e estratégias de marketing digital e mídias sociais no ambiente empresarial, e saber elaborar um Plano de Marketing Digital para uma empresa. Confira a programação das aulas Núcleo Executivo: Presencial Quinta e sexta-feira: 19h às 22h20 Sábado: 8h às 12h Núcleo Estruturante: Presencial e assíncrono Segunda e quarta: das 19h às 22h20 Núcleo Específico: Presencial Segunda e quarta: 19h às 22h20 Periodicidade das aulas: Semanal Para mais informações, acesse o site, entre em contato através do e-mail [email protected] ou (85) 3477.3174

Cristiane da Costa dos Santos saía do trabalho quando foi surpreendida por criminosos em uma parada de ônibus da Zona Sul da Capital. Um dos suspeitos do crime já foi preso. Jovem de 20 anos é morta a tiros em assalto a parada de ônibus em Porto Alegre A jovem de 20 anos morta a tiros durante um assalto em uma parada de ônibus na Zona Sul de Porto Alegre, na noite de quinta-feira (23), trabalhava e estudava, com o sonho de ingressar na faculdade. O tio de Cristiane da Costa dos Santos conta que a sobrinha queria ser jornalista. "Terminou o segundo grau e ia fazer jornalismo. O sonho dela era esse. Uma rica pessoa", diz Ulisses Oviedo da Costa. A jovem, que trabalhava em um shopping da região, aguardava o ônibus para voltar para casa, por volta das 19h30. Ela foi baleada no peito. Policiais militares chegaram a fazer os primeiros socorros, mas Cristiane não resistiu. "Tiraram um pedaço da família", desabafa o tio. Em nota, o Barra Shopping Sul, onde a jovem trabalhava, lamentou profundamente o ocorrido. O centro comercial disse que, mesmo que o caso tenha acontecido fora de suas dependências, está à disposição das autoridades para colaborar com as investigações. Cristiane da Costa dos Santos, de 20 anos, trabalhava em shopping de Porto Alegre Reprodução/RBS TV Investigação Segundo a delegada Luciana Smith, da Polícia Civil, no momento em que os criminosos anunciaram o assalto, a vítima teria ficado nervosa ao retirar o celular da bolsa para entregá-lo. "Quando chegou na vítima, ela, possivelmente nervosa, se atrapalhou e demorou um pouco para fazer a entrega desse aparelho e acabou sendo alvejada no peito. Nem sequer o telefone dela acabou sendo levado", detalha. Poucos minutos depois, a menos de 1 km do local onde a jovem foi assaltada e morta, outro crime aconteceu. Um homem teve o carro roubado por criminosos armados. A Brigada Militar ficou sabendo do caso, conseguindo localizar o veículo e render um homem armado. A delegada irá investigar se esse suspeito preso, com passagens pela polícia por roubo, tem ligação com o latrocínio. O carro irá passar por perícia. "Vamos verificar então essa possível vinculação com esse latrocínio. Com certeza, se houver essa vinculação, a prisão provisória, possivelmente, vai ser decretada. Depende das nossas provas", explica Luciana. Parada de ônibus onde jovem de 20 anos foi morta em Porto Alegre Reprodução/RBS TV VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Vítima tinha 2 anos e vivia em Ixaropi, região do Hakoma, Terra Indígena Yanomami, segundo Conselho que fiscaliza atendimento de saúde na reserva, a maior do país. Comunidade Ixaropi, região do Hakoma, na Terra Indígena Yanomami, em Roraima Júnior Hekurari Yanomami/Condisi-YY/Divulgação Mais uma criança Yanomami com malária morreu dentro da Terra Indígena por falta de atendimento, informou nesta sexta-feira (24) o presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena Yanomami e Ye'kuana (Condisi-YY), Júnior Hekurari Yanomami. A vítima tinha 2 anos e vivia na comunidade Ixaropi, região do Hakoma, na cabeceira do rio Mucajaí, segundo Hekurari. Após saber da morte, o Condisi-YY enviou um ofício cobrando providências ao Distrito de Saúde Indígena Yanomami (Dsei-Y), à Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), que respondem ao Ministério da Saúde. O documento foi enviado aos órgãos na quarta-feira (21). Hekurari disse ao g1 que a morte da criança foi relatada a ele pelo avô. O homem, segundo o presidente, foi até o acampamento de garimpeiros ilegais na região do rio Mucajaí, onde há internet instalada por eles, e fez contato via telefone. "Ele estava revoltado, muito revoltado e disse: várias vezes eu pedi ajuda. A gente não tem atendimento aqui. Tem muita gente com malária, com pneumonia. Ele já foi agente de saúde, então, sabe bem. Ele falou que a menina tinha muito cansaço, muita febre e que estava se tremendo muito. E, dia 21, à noite, morreu", afirmou Hekurari. O g1 procurou a assessoria do Ministério da Saúde, que responde pelo Dsei-Y e pela Sesai, e aguarda resposta. No ofício, o Condisi informou que os indígenas já tinham pedido ajuda, o que não ocorreu. No dia 10 de setembro, há duas semanas, o Conselho relatou a morte de duas crianças com malária que também não foram atendidas na Terra Yanomami. Os óbitos foram na região do Parima. Segundo o Conselho, os indígenas relataram que solicitaram atendimento e resgate por diversas vezes, "inclusive cartas foram enviadas para os profissionais que se encontravam na UBSI, porém a equipe de saúde justificou que não estava autorizada a realizar missão na localidade Ixaropi", cita trecho do documento. (Assista abaixo as ameaças à Terra Indígena Yanomami) VÍDEO: 'Estou aqui pedindo socorro': as ameaças aos yanomamis Comunidade tem outras pessoas doentes O Condisi-Y informou também que a situação na região é grave e que há outras pessoas com malária e pneumonia, sem previsão de serem atendidas. Ixaropi não tem unidade básica de saúde e o atendimento é feito em Hakoma, distante cerca de um dia e meio andando em meio à floresta amazônica. "Ele [avô da criança que morreu] disse que tem muita gente doente, com malária, e sem atendimento. Ele estão desesperados", afirmou Hekurari, acrescentando que "nunca temos respostas da Sesai". O presidente também criticou a atuação do Dsei-Yanomami. "O Dsei sempre vai falar que não tem informações, porque eles não buscam informações, não há profissionais. Nós somos tratados como objetos, as vidas estão indo, crianças morrendo". Maior reserva indígena do Brasil, a Terra Yanomami tem cerca de 28 mil indígenas que vivem em mais de 370 aldeias. Além de problemas de falta de saúde, a região é alvo frequente de garimpeiros, que exploram a região em busca de ouro, causam conflitos e promovem ataques às comunidades. Essa invasão garimpeira causa a contaminação dos rios e degradação da floresta, o que reflete na saúde dos Yanomami, principalmente crianças, que enfrentam a desnutrição por conta do escasseamento dos alimentos.

Interrupção aconteceu em 2016, em Cabaceiras, no Cariri da Paraíba; o consumidor ficou sem energia elétrica por 36 horas. Empresa de energia elétrica precisa pagar R$ 800 por danos morais pela interrupção de energia, na PB Assessoria/Energisa Uma empresa de energia elétrica foi processada por um consumidor que teve o fornecimento de energia interrompendo no natal, na cidade de Cabaceiras, no Cariri da Paraíba. Segundo o Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB), a concessionária deixou sem fornecimento de energia elétrica o autor do processo, por 36 horas, e por causa disso foi condenada a pagar o valor de R$ 800 por danos morais. Ainda de acordo com o TJ-PB, a falta de distribuição de energia aconteceu por volta das 10h, no dia 24 de dezembro de 2016, e só teria retornado às 22 horas do dia 25. Segundo informação do processo, a empresa de energia, Energisa Borborema, alegou que o consumidor não foi atingido pela interrupção indicada e que não houve conduta ilícita e que a condenação fixada foi excessiva. O g1 entrou em contato com a empresa Energisa Borborema por telefone e aguarda um posicionamento. Analise do caso Segundo a analise do caso, o relator destacou que as provas do consumidor apontam que houve o fato alegado no processo, ou seja, a interrupção da energia elétrica por parte da empresa na região em Cabaceiras, no Cariri da Paraíba, no período denunciado. Sobre a quantia que a empresa terá que pagar para o consumidor, no valor de R$ 800,00, foi entendido que não se trata de um valor excessivo, considerando que a interrupção do fornecimento de energia elétrica, no período indicado no processo, se deu de forma bastante prolongada e no período natalino. Vídeos mais assistido do g1 Paraíba

Vítima tinha medidas protetivas contra o suspeito, que desobedeceu a ordem judicial. Caso aconteceu na tarde dessa quinta-feira (23), em Campo Grande. A Deam fica lotada na Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande Sejusp-MS/Divulgação Após 22 anos de casamento, um homem de 40 anos desrespeitou ordem judicial, agrediu a ex, a ameaçou de morte. Ele também desafiou a segurança pública dizendo que a "polícia não tem bola de cristal" para encontrá-lo. Conforme o boletim de ocorrência, tudo aconteceu na tarde dessa quinta-feira (23), no Jardim Aeroporto, em Campo Grande. A vítima, de 44 anos, estava sentada na calçada de casa quando o ex-marido se aproximou, a segurou e a apertou com os braços contra um poste. O suspeito disse que ia matá-la "de qualquer jeito" porque a "polícia não tem bola de cristal" para encontrá-lo. Depois das ameaças, o homem fugiu do local e a mulher denunciou a violência doméstica na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), que fica na Casa da Mulher Brasileira. E não foi a primeira vez. Ela já havia denunciado o ex-marido à polícia outras duas vezes neste ano. A primeira por ameaça e injúria e a segunda por ameaça, injúria e descumprimento de medidas protetivas, por ter se aproximado da mulher, mesmo estado proibido de chegar perto dela. Agora, o homem 'ganhou' mais uma ameaça e descumprimento de ordem judicial na ficha criminal, e também vias de fato. O casal está separado há três meses. Ele segue em liberdade.

Funcionários da secretaria reuniram documentos, publicações, relatos e prints de conversas sobre conduta do secretário adjunto Epitácio de Alencar e Silva Neto. Epitácio de Alencar e Silva Neto foi denunciado por assédio moral, perseguição e irregularidades Arquivo O secretário adjunto de Licitações do Acre, Epitácio de Alencar e Silva Neto, é alvo de denúncias por assédio moral, perseguição e irregularidades administrativas. Servidores do órgão elaboraram um dossiê com documentos, publicações, relatos e prints de conversas sobre a conduta do gestor. Na denúncia, os servidores afirmam que sofrem diariamente assédio moral e psicológico por parte do secretário e de uma servidora comissionada de confiança do gestor. Em nota, o governo informou que "desconhece denúncia formal dando conta de dossiê contendo irregularidades ou perseguição por parte do gestor." Os servidores dizem ainda que são obrigados a agir conforme as vontades do secretário, concordando com as interferências dele nos processos em tramitação na pasta. Conforme o documento, na maioria das vezes, essas interferências levam à prática de atos ilegais e, quem se opõe, é exonerado ou devolvido para o órgão de origem – no caso de servidor efetivo. “Muitas são as situações vivenciadas pelos servidores em que o secretário Epitácio grita, bate em mesa e ameaça exonerar servidores comissionados, e quando não o faz pessoalmente a sua pessoa de confiança faz essas honrarias”, pontua o documento. Uma ex-servidora, que preferiu não ter o nome revelado, contou ao g1 que foi exonerada em junho desse ano sem nenhuma justificativa e diz que diariamente os servidores passam por situações de assédio e perseguição “O secretário é uma pessoa muito arrogante, prepotente e não aceita conversar com nenhum outro servidor que não seja o presidente de comissão, porque diz que tem que ter hierarquia. Os pregoeiros são os que mais sofrem na secretaria, porque ele solicita que seja feita documentação conforme ele quer, mesmo muitos questionando que não está correto. Fica uma situação muito ruim lá dentro, trabalha com pressão, ameaças e com medo. Diariamente a gente abria o diário oficial para ver se estava nosso nome e foi assim que descobri a minha exoneração”, contou. Funcionários reuniram publicações, relatos e prints de conversas sobre conduta do secretário Reprodução O dossiê sobre a situação na secretaria aponta uma série de situação. Entre elas, uma suposta tentativa de favorecimento à empresa em que a esposa do secretário é advogada. Conforme o documento, Neto teria pedido a anulação dos pregões para contratação de empresa pela Secretária de Educação, uma vez que a empresa que a mulher trabalha não foi vencedora dos certames. “A empresa tentou de várias formas, seja por meio de impugnações ou recursos protelar os procedimentos licitatórios mencionados, e mesmo assim não teve êxito. A referida empresa não foi declarada vencedora em nenhum dos certames mencionados, razão pela qual é conveniente e oportuno o secretário Epitácio sugerir a anulação dos certames”, revela o dossiê. Ausência na secretaria Os servidores relatam ainda que em seis meses no cargo, o secretário teria se afastado por mais de 40 dias do órgão. Neto foi nomeado no dia 10 de novembro do ano passado. Mesmo afastado, o gestor chegou a publicar memorando suspendendo as férias dos servidores até que a quantidade de processos represados diminua. “Embora o secretário se permita à regalia de se ausentar do serviço público por interesse particular por vários dias, sem, no entanto, estar gozando de férias ou respaldado por atestado médico, o mesmo se acha na razão de tolher o direito dos servidores da Selic a tirarem férias”, diz o documento. Vídeos: g1 em 1 minuto

Segundo PRF, suspeito se jogou de caminhão em movimento para tentar fugir por meio de mata, mas acabou preso em Ponta Grossa, nesta sexta (24). Caminhoneiro é feito refém durante assalto nos Campos Gerais Um caminhoneiro de 45 anos foi resgatado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta sexta-feira (24) depois de ter sido feito refém por um suspeito de assalto. O suspeito foi preso. Segundo a polícia, a busca pela vítima começou após uma denúncia anônima de um caminhão abordado em um posto de combustíveis em Palmeira, nos Campos Gerais do Paraná. Na Avenida Souza Naves, na BR-373, o veículo foi localizado em alta velocidade. De acordo com a PRF, foi dada ordem de parada, mas o suspeito de 44 anos ignorou o comando e ainda pulou do caminhão em movimento para tentar fugir por uma zona de mata. Ele acabou preso no local. Dentro do caminhão, o condutor foi encontrado rendido no compartimento da cama atrás do banco do motorista. A PRF também localizou um dispositivo de bloqueio de sinal de rastreamento e um conjunto de placas vermelhas, estiletes, uma faca e uma lima junto a ferramentas. Caminhoneiro foi feito refém dentro do próprio caminhão Divulgação/PRF Veja mais notícias da região em G1 Campos Gerais e Sul.

Tauan Cavalho é designer de moda e se inspira no poder e na potência da periferia baiana para a criação das peças; confira. Parceiros do BMD: Morador do bairro de São Caetano cria marca de roupa; confira Com o objetivo de costurar modelagens para expressar a liberdade e fugir do óbvio, o designer de moda e produtor cultural, Tauan Cavalho, criou a marca Bixa Costura. "Surgiu do desejo de confeccionar peças próprias para mim, que fugissem da moda convencional, e pensar novas possibilidades de vestir o meu corpo. Acabou que algumas pessoas gostaram da ideia de não pensar o óbvio, abrigar o seu corpo e vestir ideias", explica. O designer de moda Tauan Carvalho criou a marca Bixa Costura Reprodução/TV Bahia Morador do bairro de São Caetano, em Salvador, o jovem relata que se inspira no poder e na potência da periferia para a criação das peças. "A periferia me mostrou, me trouxe como influência, o poder e a potência de ser transformadora e capaz de mudar realidades, além de poder acreditar nos seus sonhos", diz. Para Tauan, a influência maior para a criação da marca veio da família dele. "Minha família sempre me apoiou dentro da minha trajetória enquanto profissional, enquanto pessoa, a seguir e determinar que meu sonho vale a pena e que ele tem que existir", relata. 'Bixa Costura': Morador do bairro de São Caetano, em Salvador, cria marca de roupas para expressar liberdade e fugir do óbvio Reprodução/TV Bahia Segundo Romário Oliveira, que é consumidor da Bixa Costura, a marca atrela inclusão, conforto, design e estilo. "Fazer peças pensadas para esses corpos demarca politicamente também que lugar é esse que nós estamos e como queremos imprimir nossa imagem frente à sociedade", fala. 'Bixa Costura': Morador do bairro de São Caetano, em Salvador, cria marca de roupas para expressar liberdade e fugir do óbvio Reprodução/TV Bahia Além da marca Bixa Costura, Tauan criou o projeto Escola Egbé Criativo para levar a moda para a vida de jovens pretos e periféricos. "É algo que eu tenho em mim que pode fazer a mudança dentro dessa formação e tirar um pouco dessa ideia de que a moda não é para todo mundo", diz. "A moda é para todo mundo e pode ser uma maneira de se expressar, está tudo bem ser diferente, você pode criar sua moda. É isso que queremos passar dentro desse projeto", complementa. Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia o Ouça 'Eu te Explico'

Apresentação vai acontecer no dia 23 de outubro, com transmissão pela internet. Haverá ainda a preparação de um prato com a carne de bode sendo o principal ingrediente. Chef francês Laurent Suaudeau vai preparar receita com carne de bode no Degustando o Brasil Degustando o Brasil/Divulgação O chef francês Laurent Suaudeau, confirmado na programação do festival Degustando o Brasil, dará uma aula gratuita no evento, defendendo que a carne de bode pode ser usada na alta gastronomia. A apresentação, que vai acontecer por videoconferência, está marcada para o próximo dia 23 de outubro. Acompanhe as novidades do Degustando o Brasil Campina Grande recebe festival Degustando o Brasil Laurent vai destacar as riquezas da culinária brasileira, enquanto o anfitrião Cumpade João dividirá a apresentação da arena do festival. A dupla também vai preparar um prato tendo a carne de bode como ingrediente principal. "Se o bode criado solto é uma carne dura, nada impede que, se for muito bem criado, torne-se uma carne deliciosa. E é essa a função do novo paradigma da profissão de cozinheiro: quebrar paradigmas. O que é alta gastronomia? Só caviar? Nunca foi. Eu mesmo já tive oportunidade de comer buchadas deliciosíssimas no Nordeste e elas não ficavam atrás de pratos mais requintados apenas por terem origem de um alimento muitas vezes tratado de forma pejorativa", defende Laurent. A aula será transmitida para o público presente no Partage Shopping, além dos espectadores inscritos para acompanhar esta edição do Degustando pela internet. Chef francês Laurent Suaudeau e Cumpade João Degustando o Brasil/Divulgação LEIA TAMBÉM: Campina Grande recebe festival gastronômico Degustando o Brasil em outubro Laurent Suaudeau é referência para várias gerações de chefs brasileiros. Em seus 30 anos de Brasil, criou pratos como a mousseline de mandioquinha com caviar, o gnocchi de milho verde, e o caju com doce de leite e emulsão de cachaça e coco. Nascido em Cholet, na França, deus os primeiros passos na gastronomia aos 15 anos, quando o pai conseguiu um lugar para ele em um restaurante administrado por Yvon Garnier. Desembarcou no Brasil no início de 1980, com apenas 23 anos, para comandar a cozinha de um restaurante no Rio de Janeiro, quando conheceu os ingredientes brasileiros. Suaudeau também desenvolve um trabalho social através do Instituto Laurent, um centro de capacitação profissional em gastronomia que já beneficiou mais de 100 jovens em situação de vulnerabilidade social. Chef francês Laurent Suaudeau Degustando o Brasil/Divulgação Programação O Degustando o Brasil vai acontecer de 21 a 24 de outubro, das 13h às 21h, na praça de eventos do Partage Shopping. No local, será montada uma arena com cozinha de alto padrão, auditório e um telão para exibir o passo a passo de cada prato. As inscrições para participar de forma presencial ou pela internet são gratuitas e serão abertas em breve no site oficial. Na página, também será apresentada a programação completa, com os nomes dos especialistas que vão comandar todas as apresentações e os pratos que serão ensinados. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba

Lei de Araucária-PR estabelece proibição do plantio da árvore e determina substituição dos exemplares Quem olha para a árvore Espatódea pode se espantar com o estrago que a planta, com chamativas e belas flores de cor laranja, pode trazer. As flores contêm uma substância tóxica para abelhas, insetos e beija-flores. Diante do perigo que pode causar ao matar agentes polinizadores da natureza, uma lei sancionada em Araucária (nº 3741/2021) proíbe a produção e plantio das árvores da espécie na cidade e determina a substituição das mudas. A espécie Spathodea Campanulata, também é conhecida como Bisnagueira, Tulipeira-do-Gabão, Xixide-Macaco ou Chama-da-Floresta. A vigência da lei reforça e dá amparo ao trabalho que as equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) já faziam há um bom tempo. Técnicos contam que era possível observar abelhas mortas dentro das flores da árvore em trabalhos de campo. Por isso, nas áreas públicas do município já não há exemplares da espécie e provavelmente são poucas as unidades existentes em propriedades privadas, já que há algum tempo orienta-se a substituição por outras espécies não exóticas. Visitas em floriculturas e viveiros serão intensificadas para avisar da vigência da lei. Quem identificar a planta em sua propriedade na ÁREA URBANA deve solicitar um licenciamento ambiental para corte da árvore no site da Prefeitura ou pelo aplicativo atende.net na aba Meio Ambiente / Licenciamento Ambiental. Na ÁREA RURAL, não é necessário pedir autorização para corte de árvores exóticas fora de Área de Preservação Permanente (APP). Dúvidas podem ser esclarecidas pelo Departamento de Controle Ambiental pelo telefone 3614-7497. Flor tem substância tóxica para abelhas, insetos e beija-flores. Arquivo/Meio Ambiente Araucária EXÓTICA - A espécie de árvores Espatódea é nativa da África e foi trazida ao Brasil como ornamental. Ou seja, não é nativa do país. De origem tropical, a planta gosta de sol e não se adapta muito bem ao frio. Com porte médio, pode chegar a 25 metros de altura e tem flores no período de novembro a abril. Os frutos da árvore são semelhantes às vagens e, suas flores, em formato de cálice, variam entre as cores vermelha-alaranjada e amarelo.

Corpo de Bombeiros informou que vítima foi socorrida e levada a um hospital em estado gravíssimo. Acidente ocorreu nesta sexta-feira (24), na Avenida Tiradentes. Motociclista fica ferido em grave acidente na Avenida Tiradentes, em Londrina Um homem sofreu ferimentos graves após um acidente entre uma moto e um carro em Londrina, no norte do Paraná, nesta sexta-feira (24). A batida ocorreu em um trecho urbano da BR-369, na Avenida Tiradentes. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um moto bateu na traseira de um carro. O Corpo de Bombeiros socorreu a vítima e levou o motociclista para um hospital em estado gravíssimo. O motorista do carro não ficou ferido. Moto e carro bateram na Avenida Tiradentes, em Londrina Reprodução/RPC Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

Em participação ao vivo no MG1, médica destacou importância da imunização com a "terceira" dose e tirou dúvidas de telespectadores. Especialista tira dúvidas sobre a Covid-19 no MG1 A infectologista Luana Araújo, em participação ao vivo no MG1 desta sexta-feira (24), falou sobre a aplicação do reforço da vacina contra a Covid-19 e respondeu a dúvidas de telespectadores (veja o vídeo na íntegra acima). À medida que o número de internações de pessoas acima de 60 anos volta a crescer, a médica destacou a importância da imunização e da manutenção dos cuidados sanitários com os idosos. "A gente sabe que essa população tem outros problemas de saúde, que são importantes e que muitas vezes podem ser agravados pela própria presença da Covid. É importante que a gente entenda que esse sistema imunológico responde com um pouco de menos eficiência ao estímulo vacinal, então todo cuidado é importante", disse a médica. Infectologista Luana Araújo, em participação ao vivo no MG1 desta sexta-feira (24) Reprodução / MG1 Perguntada sobre a relação entre baixa imunidade e as fortes reações à vacina da Astrazeneca/Fiocruz, Luana afirmou que não existe nenhum vínculo. "A imensa parte das pessoas não vai ter nenhuma reação. Algumas poucas pessoas vão sentir alguma coisa no braço. Menos ainda vai ter um pouquinho a mais de reação. Mas isso não tem relação com a sua imunidade, tem relação com a complexidade do corpo que a gente tem mesmo", explicou. Sobre a dose de reforço para os imunossuprimidos, a especialista disse que ela é fundamental, porque o sistema imunológico deste público não funciona de forma adequada e precisa de um estímulo maior para combater infecções. A infectologista ainda esclareceu outras dúvidas sobre a dose única da vacina da Janssen (veja no vídeo acima). Você também pode participar do quadro enviando perguntas, fotos e vídeos para o WhatsApp: (31) 99955-9000 ou pela hashtag #MG1 nas redes sociais. Os vídeos mais assistidos do g1 Minas:

Secretaria Municipal de Saúde disse que, em razão da pandemia, houve represamento no agendamento de consultas em UBSs. Pasta garantiu que agendas vão retomar fluxo, mas que casos pontuais de período mais longo de espera podem acontecer por falta de médicos. Moradores de Guarulhos estão há anos no aguardo pela realização de consultas e exames na rede municipal de saúde Moradores de Guarulhos, segunda cidade mais populosa do estado de São Paulo, estão se queixando do tempo de espera para o atendimento médico na rede municipal de saúde. Alguns chegam a ficar até dois anos na fila para consultas e exames. O conferente José Roberto, morador do município na Grande São Paulo, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) há seis anos e ficou com o lado direito do corpo parcialmente paralisado. Quando recebeu alta médica, começou um tratamento com um neurologista, mas, desde o início da pandemia, não conseguiu mais ir ao médico. “Não tem médico, não tem jeito de passar. Eu não tenho dinheiro pra fazer nada. Então, tenho que esperar, né, não sei até quando”, disse ele. Sueli Moreira, dona de casa e esposa de José Roberto, contou que o marido precisa de uma consulta com um clínico geral na Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Cidade Soberana, próxima de onde vivem, para solicitar encaminhamento a um especialista. “Você não consegue um médico para cuidar, um neurologista para acompanhar, para fazer os exames, ver como está. Isso é muito difícil, porque você está lidando no escuro, não sabe o que está acontecendo”, lamentou ela. “Eu tive que aprender a lidar com a situação, ser uma enfermeira, ser uma ouvinte, ser uma psicóloga, ouvir desabafo”, completou Sueli. Fachada da Unidade Básica de Saúde Cidade Soberana, em Guarulhos, na Grande SP. Reprodução/SP1 O problema se repete em outras UBSs da cidade. Gelza Veríssimo, mãe do garoto Samuel, de 7 anos, tenta marcar um pediatra para o filho há cerca de dois anos, mas sem sucesso. “Está muito difícil, meu menino passou por pediatra em 2019. Até agora, não estão marcando, só para crianças abaixo de um ano”, afirmou ela. De acordo com a Secretaria da Saúde de Guarulhos, com a pandemia, houve um represamento no agendamento das consultas nas UBSs. A pasta garantiu que as agendas vão retomar o fluxo e que casos pontuais de período mais longo de espera podem acontecer por falta de médicos. Ainda sobre a demora no atendimento, a Prefeitura de Guarulhos comunicou que faz editais a cada três semanas para contratação emergencial dos médicos que estão em falta, mas, mesmo assim, não consegue preencher as vagas necessárias. VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana
Eles afirmam que há quase 20 dias enfrentam problemas com abastecimento. Para beber e cozinhar é preciso comprar galões de água. Moradores de Guararema estão há quase 20 dias com falta d'água Os moradores da Chácara Guanabara, em Guararema, afirmam que convivem há quase 20 dias com a falta de água. O problema por si só já é complicado, mas nesse período de pandemia isso dificulta a limpeza. A autônoma Sheila de Sousa afirma que fazer tarefas simples em casa, como lavar banheiro, não é fácil sem água. “Hoje eu nem fui trabalhar, esperando ter água para eu poder limpar a casa. Ontem até 21h, a água estava bem fraquinha e nem subiu para a minha caixa que está vazia. Então, eu tenho que usar os baldes.” Ela diz que desde 7 de setembro está sofrendo com o abastecimento irregular de água. E a rotina mudou por conta do horário que a água chega. “É tudo de madrugada que nem a noite não tem. Água chega 1 hora, 2 horas da manhã. E às vezes quando a gente acorda de manhã já não tem mais. E a caixa nem encheu.” A solução para cozinhar e beber é comprar água. Sem água em casa, a preocupação da dona de casa Rosiana dos Santos é em relação aos cuidados com a higiene, especialmente, porque ela tem um filho de 4 anos. “Não tô vendo dia nenhum que tem água nem para beber, vai lavar as mãos com o quê?” Os moradores do bairro calculam que pelo menos 400 famílias estão convivendo com este problema. Vera Lúcia Freire destaca que um caminhão pipa esteve no bairro e ela aproveitou para encher a caixa de água. “É a água que eu estou mantendo até hoje para usar no banheiro, para dar descarga e tomar banho.” A arquiteta Natália Leite precisou parar a reforma em casa por causa da falta de água. “A gente teve que parar porque não tem água. Chega tipo 7h, quando dá 8h, já acabou, não tem mais nada. A gente não consegue fazer nada, nem lavar as coisas nada. A água que a gente tem é para beber e fazer comida. E precisa ir no mercadinho e comprar porque senão fica sem.” A pensionista Veneranda da Silva deixou São Paulo para morar em Guararema. Mas, a falta de água já faz ela pensar em deixar a cidade. “Eu quero ir embora porque aqui não tem condições mais por falta de tudo. Minha conta veio R$ 47, vou pagar vento?” A Sabesp informou que identificou dois vazamentos não visíveis no bairro e que já foram arrumados. O trabalho de pesquisa por lá continua desde as 4h, desta sexta-feira (24). Isso porque neste horário o índice de ruído é menor, o que ajuda na identificação de algum outro problema que pode estar causando esse problema no abastecimento em alguns endereços localizados em áreas mais altas do município. A companhia reforçou que até a recuperação do sistema de distribuição de água, caminhões-tanque seguem atendendo a população, quando for solicitado. As reclamações podem ser feitas pelos telefones 195 e 0800-0550195. Assista a mais notícias

Na Grande BH, número chegou a 452 entre as 7h desta segunda-feira (20) e as 7h desta sexta-feira (24). Incêndio no Parque Estadual do Itacolomi, em Ouro Preto, na segunda Reprodução/TV Globo Os chamados para incêndio em vegetação passam de centenas em menos de uma semana em Minas Gerais. De acordo com o Corpo de Bombeiros, das 7h de segunda-feira (20) até as 7h desta sexta-feira (24), foram 1.129 chamados no estado. Quase 40% desses acionamentos foram registrados na Grande BH. Segundo os militares, neste período de quatro dias, a corporação recebeu 452 chamados de queimadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Incêndios pelo estado De acordo com o balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), nesta sexta-feira, há incêndios em 17 unidades de conservação gerenciadas pelo governo do estado. Em relação à véspera, são três novas queimadas. Nas ocorrências, além dos brigadistas do Instituto Estadual de Floresta (IEF), atuam no combate os funcionários das unidades, militares do Corpo de Bombeiros e brigadistas voluntários. Veja as unidades atingidas pelo fogo: Área interna da APA Cochá e Gibão em Bonito de Minas Área interna da APA Cachoeira das Andorinhas em Ouro Preto Entorno do PE Serra do Sobrado em São José da Lapa Área interna do Refúgio de Vida Silvestre Rio Pandeiros em Januária Entorno do refúgio de Vida Silvestre Macaúbas em Santa Luzia Entorno do PE Lapa Grande em Montes Claros Área interna da APA Alto do Mucuri em Ladainha Área interna do PE Serra do Brigadeiro em Pedra Bonita Entorno do PE Campos Altos em Córrego Danta Área intrena do PE Serra do Cabral em Buenópolis Entorno da Estação ecológica Arêdes em Itabirito Entorno do PE Sete Salões em Resplendor Área interna do Refúgio de Vida Silvestre Serra as Aroeiras em Pedro Leopoldo Área interna do PE Serra do papagaio em Itamonte Área interna do refúgio de Vida Silvestre Mata dos Muriquis em Santa Maria do Salto Entorno do PE Sagarana em Riachinho Área interna da APA Serra do Sabonetal em Itacarambi Vídeos mais vistos do g1 Minas:

Todos os alunos que ficaram isentos na última edição, mas perderam o direito em 2021 por faltarem à prova podem se inscrever no exame que vai ser aplicado em janeiro. Inep divulga datas do Enem para isentos em 2020 Agência Brasil Termina no domingo (26) o prazo de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 para os candidatos que tiveram isenção em 2020, mas não compareceram nos dias das provas. A inscrição pode ser feita até às 23h59 do dia 26 de setembro. Quem se inscrever até este prazo vai realizar o exame em 9 e 16 de janeiro de 2022, mesmas datas em que a prova será aplicada para adultos privados de liberdade e jovens cumprindo medida socioeducativa que inclui privação de liberdade (Enem PPL). Para os demais participantes do exame que já tiveram a inscrição confirmada, a realização das provas será mantida nos dias 21 e 28 de novembro de 2021. LEIA TAMBÉM COVID-19 PODE CAIR NA PROVA DE BIOLOGIA? Professor resolve questões sobre o assunto DICAS DE QUEM TIROU MIL: assista ao vídeo FOGUEIRA DO ENEM: game com perguntas de química Reabertura das inscrições Após abstenção recorde do exame em 2020 que aconteceu durante a pandemia de Covid-19 e atingiu 55,3% do total de candidatos confirmados, o Ministério da Educação (MEC) manteve a regra que proibia a isenção de taxa a alunos que faltaram às provas na última edição e não apresentaram uma justificativa. Com isso, apenas 3.109.762 inscrições tinham sido confirmadas em 2021, menor número desde 2005. Partidos e entidades acionaram o Supremo Tribunal Federal (STF) sob o argumento de que muitos candidatos que faltaram ao Enem 2020 estavam, por exemplo, com receio de pegar Covid ou estavam com algum sintoma da doença. O STF determinou, então, a reabertura de inscrições para quem perdeu direito à gratuidade por não ter comparecido em 2020. A determinação pode garantir a participação de quase 3 milhões de estudantes que não se inscreveram para a atual edição do Enem. Com as novas datas de inscrição, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) definiu outras datas para a aplicação das provas para os novos participantes. Segundo o órgão, a decisão de definir novas datas de aplicação das provas para os isentos ausentes na edição 2020 foi tomada para garantir o direito dos participantes de utilizarem o resultado do exame para acesso à educação superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), programas do Ministério da Educação (MEC). Cronograma atualizado Inscrição de isentos em 2020: 14 a 26 de setembro Enem regular: 21 e 28 de novembro Enem para isentos em 2020 e PLL: 9 e 16 de janeiro de 2022

Falta de vagas, dificuldade de agendamento e postos vazios são alguns dos problemas enfrentados por quem precisa dos serviços. Órgão informou que vai oferecer 100 mil vagas para agendamento a partir de segunda-feira (27). Moradores do RJ relatam problemas em agendar serviços do Detran (Reprodução/RJ1) O setor de prestação de serviços do Detran-RJ está apresentando problemas para quem pretende renovar a carteira de habilitação ou emitir a segunda via do documento de identidade. Apesar da retomada gradual das atividades ter permitido a reabertura dos postos e a volta de parte dos atendimentos no órgão, a fila de quem espera e não consegue sequer um agendamento ainda é bem grande, segundo relatos de moradores do estado do Rio. "Não tem um atendimento pessoal. Você tem que primeiro marcar, e você não tem acesso a essa marcação. Não tem vaga pra lugar nenhum do Rio de Janeiro", contou o vigilante Márcio Macário, que está tentando renovar a carteira de habilitação há dois meses. Outro serviço fornecido pelo Detran que também não apresenta vagas para agendamento é o de emissão da segunda via da carteira de identidade. "Já tentei também agendar pelo telefone do Detran e sempre sou informada de que tem que esperar abrir o agendamento. Dessa forma, resolvi por duas vezes ir na própria sede, na rua Presidente Vargas, ou no Shopping Iguatemi. Cheguei lá e encontrei os dois postos vazios. Porém, fui informada de que sem agendamento prévio não tem atendimento. Um absurdo", disse a pedagoga Karla Santos. "O meu esposo se planejou, se programou para que pudesse fazer a autoescola nas férias, pudesse ter tempo disponível com antecedência. O Detran simplesmente alega que não tem agendamento, não tem data disponível e não tem previsão. Isso já tem mais de um mês. Algo que é pago, R$ 313 o Duda, pago no banco. Dinheiro, tempo... Ele precisa, outras pessoas precisam", falou a também pedagoga Fabiana Andrade. Relatos enviados por espectadores do RJ1 sobre a dificuldade de agendar serviços no Detran-RJ Reprodução O que diz o Detran? Em nota, o Detran-RJ anunciou que vai oferecer 100 mil vagas para agendamento a partir de segunda-feira (27). Também informou que, mesmo com as medidas de distanciamento, oferece todos os dias mais de 30 mil vagas de agendamento de serviços de habilitação, identificação civil e registro de veículos. Lembrou que no caso da habilitação, as carteiras vencidas a partir de 1º de março de 2020 continuam válidas. Por fim, ressaltou que já realizou 41 mutirões aos sábados com ofertas de vagas extras, e que só no mês de junho, 75 mil serviços de carteira de identidade não foram realizados porque quem marcou não compareceu nas unidades.

Vencimento é válido para proprietários de veículos que estavam com IPVA do ano passado atrasado e optaram pelo parcelamento no calendário extra, que vai até dezembro deste ano. Trânsito BR-101, Natal, RN Ítalo Di Lucena O prazo para quitar a segunda parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos automotores (IPVA) 2020 para quem optou pelo parcelamento vence na próxima segunda-feira (27). A data limite é válida para quem não quitou o tributo no prazo regular, independente do número final da placa do veículo, e acabou se enquadrando no calendário extra. O novo calendário não é válido para todos os contribuintes, apenas quem não havia quitado o tributo integralmente em 2020. Também não se enquadram na regra os veículos novos adquiridos no passado. O calendário extra também não dá direito à restituição de parcelas já pagas. O calendário segue até dezembro, tendo os vencimentos programados para o dia 27 de cada mês, exceto novembro, quando o prazo termina no dia 26. Caso o contribuinte não quite os débitos nos respectivos vencimentos, serão incididos juros e multas referente a cada dia de atraso da parcela. As guias devem ser obtidas na internet e, mesmo após o vencimento, o documento será atualizado automaticamente, com os acréscimos somados ao valor final. Os boletos para pagamento do imposto estão disponíveis na internet, no site do Detran/RN. Para obter o boleto, o contribuinte precisa acessar o site e clicar na opção ‘consulta de veículos’ e, em seguida, inserir a placa do veículo e o Renavam nos espaços determinados, sem pontos nem hifens, e então finalizar escolhendo a geração da guia.

Assista às reportagens do telejornal com as informações sobre o Pará. Assista às reportagens do telejornal com as informações sobre o Pará.

Segundo delegado, veículos modelo Toyota Hilux tinham sido furtados. Imóvel onde eles estavam tinha câmeras de monitoramento para a quadrilha. Caminhonete Toyota Hilux desmanchada em barracão na zona Norte de Ribeirão Preto, SP Naiana Kennedy/CBN Ribeirão A Polícia Civil localizou quatro caminhonetes desmanchadas em um barracão no bairro Vila Elisa, zona Norte de Ribeirão Preto (SP), na manhã desta sexta-feira (24). Os veículos tinham sido furtados e eram todos modelos Toyota Hilux. Ninguém foi preso. Segundo o delegado Cézar Augusto de França, da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), uma denúncia levou a polícia investigar o imóvel, na Rua Itanhaém. Ele seria usado por uma quadrilha envolvida na receptação de veículos furtados. Na manhã desta sexta-feira, policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) cumpriram um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça no local. Foi necessário arrombar o imóvel. Peças de Hilux desmanchada em barracão na zona Norte de Ribeirão Preto, SP Naiana Kennedy/CBN Ribeirão De acordo com França, a quadrilha montou uma estrutura que permitia o monitoramento 24 horas do local por meio de câmeras. “Para surpresa dos investigadores, havia vários veículos Hilux desmanchados. O desmanche é sofisticado, ele conta com monitoramento de câmeras, e o indivíduo pode ver aqui no fundo quem está na frente. Existem bloqueadores de sinal de celular ou de rastreador e rota de fuga”, disse França. Sites especializados apontam que o preço inicial de mercado de um modelo básico da caminhonete gira em torno de R$ 145 mil. Ainda de acordo com o delegado, nenhum suspeito estava no barracão no momento da ação da polícia. A perícia foi acionada. De acordo com o delegado, um inquérito vai ser instaurado para identificar o dono do imóvel e a pessoa para quem ele havia alugado o barracão. Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca Vídeos: Tudo sobre Ribeirão Preto, Franca e região

Mandados foram cumpridos em São Borja e Porto Alegre, com apreensão de 103 garrafas de vinho. Investigação aponta que produto era descarregado em portos clandestinos e vendido para todo o Brasil através da internet. Polícia Federal apreendeu caixas com garrafas de vinho em São Borja e Porto Alegre PF/Divulgação A Polícia Federal (PF) cumpriu, na manhã desta sexta-feira (24), nove mandados de busca e apreensão contra um grupo suspeito de contrabandear vinho para dentro do Brasil a partir da fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina. As ações foram feitas em São Borja, na Fronteira Oeste, e Porto Alegre. Foram alvo quatro residências, além de quatro galpões e um estabelecimento comercial em São Borja. Houve a apreensão de 23 caixas com 103 garrafas de vinho. A investigação aponta que pelo menos 5 mil garrafas eram comercializadas por mês e enviadas para todo o país. De acordo com a PF, a investigação começou em outubro de 2020, quando a Brigada Militar (BM) interceptou um veículo carregado com caixas do produto contrabandeado em São Borja. As duas pessoas que estavam no carro conseguiram fugir, mas foram identificadas pela polícia. Uma delas é apontada como sendo a responsável pela travessia dos produtos, que são descarregados em portos clandestinos em São Borja. Por meio da internet, o vinho era vendido para diversas regiões do país, principalmente Rio de Janeiro e São Paulo. Agora, a PF trabalha para localizar os suspeitos e prendê-los. Estimativa da PF é que 5 mil garrafas sejam comercializadas mensalmente para todo Brasil a partir da fronteira do RS com a Argentina PF/Divulgação VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Segundo os levantamentos da corporação, cerca de 15 mil hectares foram atingidos pelo fogo, as causas são desconhecidas. Militares trabalharam por sete dias para conseguir apagar incêndio Corpo de Bombeiros Após sete dias de trabalho, militares do Corpo de Bombeiros e brigadistas conseguiram apagar um incêndio em Gamelerias (MG). A informação foi divulgada pela corporação nesta sexta-feira (24). Segundo os levantamentos, cerca de 15 mil hectares foram atingidos pelo fogo, as causas são desconhecidas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, os militares contaram com o importante apoio de brigadistas e veículos cedidos pelo Parque Estadual Caminho dos Gerais. A Prefeitura de Gameleiras também cedeu caminhões-pipa e máquinas para a abertura de aceiros. Além disso, militares de Diamantina ajudaram no início dos trabalhos e a população também prestou auxílio aos envolvidos no combate. “Infelizmente os prejuízos ambientais foram muito grandes devido à intensidade das chamas e fortes ventos, mas a atuação conjunta dos envolvidos evitou a destruição de uma grande área de cerrado nativo da região”, divulgou o Corpo de Bombeiros. A corporação ainda informou que no último dia de combate, a força-tarefa percorreu todo o perímetro atingido para confirmar que o incêndio foi extinto. Bombeiros na área atingida pelo fogo Corpo de Bombeiros VÍDEOS: veja tudo sobre o Norte, Centro e Noroeste de MG Veja mais notícias da região em g1 Grande Minas.

Cseur está parcialmente interditado aguardando obras de melhorias no alojamento e rede de esgoto; atualmente, 19 adolescentes cumprem medida socioeducativa na unidade. Cseur Uberaba Reprodução/TV Integração Uma reunião realizada na última terça-feira (21) tratou sobre o custeio da reforma para adequação do Centro Socioeducativo de Uberaba (Cseur), que está parcialmente interditado aguardando obras de melhorias no alojamento e rede de esgoto. Atualmente, 19 adolescentes cumprem medida socioeducativa na unidade. O encontro reuniu membros da Prefeitura, Judiciário, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e Instituto Elo, que atuam na cogestão do Cseur junto ao Estado. Ao g1, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG) explicou que as tratativas para a execução das obras do Cseur são realizadas entre a Subsecretaria de Atendimento Socioeducativo (Suase), o Grupo de Monitoramento e Fiscalização (GMF) do Sistema Prisional e Socioeducativo do Tribunal de Justiça e o MPMG. Além destes órgãos, também participam das negociações a Prefeitura de Uberaba, a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdicau). Conforme a Sejusp, os procedimentos para a assinatura do contrato de execução da obra devem ocorrer ainda este ano, assim que todo o valor necessário for levantado. Para isso, além do GMF – que disponibilizará o montante de R$ 370 mil – outros órgãos foram acionados para avaliar a possibilidade de disponibilização orçamentária, entre eles, a Prefeitura de Uberaba. Em junho, uma comitiva de todos os órgãos envolvidos visitou a unidade para realizar um levantamento das principais ações a serem desenvolvidas. "Diversas ações já estão sendo executadas para viabilizar as obras estruturais do Centro Socioeducativo do município, incluindo a implementação das oficinas, sala de enfermagem, sala odontológica, biblioteca, reforma do bloco administrativo e escola, bem como implementação da lavanderia", informou a Sejusp. A Sejusp também informou que a Suase arcará, por meio do Instituto Elo, com a manutenção do bloco 1, que está na fase de apresentação de orçamento para autorização das intervenções necessárias, sob o valor total de R$ 80 mil. Já o bloco que havia sido anunciado em 2019 foi inaugurado em 2 de agosto de 2021 e está em funcionamento. Reunião Na reunião sobre a reforma do Cseur, realizada no Centro Administrativo, prefeita de Uberaba, Elisa Araújo (Solidariedade), afirmou que irá buscar apoio junto à iniciativa privada e outras esferas para garantir as adequações. "Realmente, precisa dessa reforma. Com um ambiente mais saudável para ressocializar esses jovens, quem ganha é a comunidade", ressaltou. Também participaram do encontro a secretária de Desenvolvimento Social, Gicele Gomes; o presidente do Comdicau, William Brito; o secretário executivo do Conselho Municipal de Segurança Pública (Comseg), coronel Alexandre Marcelo Costa de Oliveira; o chefe de Gabinete, Caio Presotto; a assessora Especial de Captação e Parcerias, Erika Cristina da Cunha. O titular da Vara da Infância e da Juventude da comarca de Uberaba, Marcelo Lemos; o promotor de Justiça Rafael Calil Tannus, que atua na Promotoria da Infância e Juventude; e a diretora-geral do Cseur, Gabriela Gomes Cardoso, também estiveram presentes. VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas
Adolescente é suspeita de integrar um grupo criminoso que entrou em um sítio na zona rural da cidade de Jardim. Uma adolescente de 16 anos foi morta a tiros durante uma tentativa de furto a um sítio na cidade de Iracema, no interior do Ceará, na noite desta quinta-feira (23). A jovem foi atingida pelo morador da residência, que reagiu ao ver um grupo invadindo o local. VÍDEO: Frentista reage a assalto e expulsa criminosos com golpes de marreta no Ceará Conforme a Secretaria a Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a adolescente é suspeita de integrar um grupo criminoso que entrou em um sítio na zona rural da cidade. Testemunhas afirmam que a garota era namorada de um dos suspeitos que participou da tentativa de furto. Segundo a SSPDS, o proprietário do local avistou o grupo dentro do sítio e reagiu. O morador chegou a entrar em luta corporal com os suspeitos e foi lesionado sem gravidade. Os suspeitos fugiram. Após a morte da jovem, uma equipe da perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foi acionada ao local e o corpo foi recolhido. O caso é investigado pela Delegacia Municipal de Iracema. Assista às notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto

Polícia Civil já identificou três suspeitos de serem responsáveis pela proliferação das chamas na região. Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás decretou estado de emergência ambiental. Chove na região da Chapada dos Veadeiros, mas incêndio no parque continua O incêndio na Chapada dos Veadeiros queimou cerca de 36 mil hectares de vegetação até esta sexta-feira (24), segundo informações do Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade (ICMBio). Esta área é equivalente ao tamanho aproximado da cidade de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, que tem quase 300 km², segundo o IBGE. Deste total, 18 mil estão dentro do Parque Nacional. A Polícia Civil tem cinco inquéritos abertos para apurar quem ateou fogo à região e já identificou três pessoas responsáveis. A situação levou a Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás a decretar estado de emergência ambiental. O Corpo de Bombeiros informou que chuvas isoladas ajudaram no combate ao incêndio na noite de quinta-feira (23). No entanto, equipes ainda trabalham contra ao menos dois focos: um na região de Cavalcante e outro na área conhecida como Encontro das Águas. LEIA TAMBÉM Incêndio atinge reserva do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros VÍDEO: Bombeiros combatem incêndio e resgatam dezenas de turistas isolados no Vale da Lua Incêndio na Chapada dos Veadeiros já queimou mais de 30 mil hectares de vegetação em Goiás Divulgação/Polícia Civil Investigações A Polícia Civil de Goiás está com equipes trabalhando na região para identificar os responsáveis pela propagação desse incêndio. De acordo com a corporação, há cinco inquéritos abertos e três pessoas já devem responder por crime contra a incolumidade pública (ou seja, por colocar em risco segurança, transporte e outros serviços públicos). Capitão do Corpo de Bombeiros, Luiz Antônio Dias Araújo disse que acredita que o fogo é resultado de uma ação criminosa na região e que deve ser investigada pela Polícia Civil. “Há ação de incendiários aqui na região. Hoje a gente tem essa convicção de que há alguém colocando fogo de forma criminosa às margens das rodovias”, disse. Uma das pessoas que a corporação aponta como responsável é um fazendeiro. Segundo as investigações, ele ateou fogo para desmatar área da sua propriedade, mas as chamas saíram do controle, se espalhando por cerca de 10 mil hectares. O segundo responsável apontado pela corporação é um jovem que ateou fogo a um lixão em São Jorge, um distrito da cidade de Alto Paraíso de Goiás. Incêndio queima mais de 30 mil hectares da Chapada dos Veadeiros em Goiás Divulgação/Polícia Civil A Polícia Civil apontou um terceiro responsável, que, enquanto cortava um objeto com uma máquina, deixou uma fagulha escapar. Diferente dos dois primeiros, este não teve intenção de ater fogo a nenhum material. O g1 questionou a corporação, por mensagem, às 13h29, sobre qual a pena aplicada nesses casos e aguarda retorno. Estado de emergência Segundo decreto da Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás, publicado na quarta-feira (22), está proibido o uso do fogo em vegetação, lixo ou na destruição de móveis. O documento também indica que os órgãos competentes deverão “adotar as ações para a prevenção contra a ocorrência de incêndios e queimadas e para a minimização de seus efeitos”. Isso significa, por exemplo, que estão dispensadas as licitações para “contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação”. Incêndio destrói parte da Chapada dos Veadeiros em Goiás Reprodução/TV Anhanguera Queimada As chamas na região começaram no dia 12 de setembro. No último dia 20, atingiram o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros em dois pontos. Porém, como são distantes da área turística, a visitação segue aberto nesta sexta-feira. Na área que está queimando, um fazendeiro já relatou prejuízo de R$ 1,5 milhão por não conseguir controlar as chamas que chegaram à sua lavoura de milho. Brigadistas também já tiveram que ser resgatados porque ficaram feridos durante o combate ao incêndio. Veja outras notícias da região no g1 Goiás. VÍDEOS: incêndios em Goiás